Notícias

_64A1234 Uma parceria entre o Governo do Estado e a Associação Paranaense de Cultura vai viabilizar a construção de um heliponto no Hospital Universitário Cajuru. A unidade também ganhará um novo tomógrafo digital. Os convênios firmados entre as duas instituições totalizam mais de R$ 5 milhões em investimentos. A primeira parcela (R$ 326 mil) para o início das obras do heliponto já foi liberada, enquanto o recurso integral (R$ 1,2 milhão) para a aquisição do tomógrafo será repassado já na próxima semana.

Na última sexta-feira (5), durante solenidade que marcou o lançamento da pedra fundamental da obra do heliponto,  o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, destacou a importância do fortalecimento da estrutura física do hospital. “O Cajuru é 100% SUS e tem hoje um papel estratégico na rede de saúde pública da capital. Ele é um hospital de referência para toda região metropolitana, desempenha um excelente trabalho em diversas áreas e por isso tem recebido atenção especial do Governo do Estado”, disse.

Segundo o Irmão Frederico Untenberger, diretor institucional da Área da Saúde do Grupo Marista, que mantém o hospital, a parceria com o Estado é essencial para que a unidade tenha condições de atender melhor a população. “Somos um hospital filantrópico vinculado ao SUS e por isso precisamos deste apoio, tanto no custeio quanto em recursos para obras e equipamentos, para qualificar o serviço que já é prestado”, declarou.

Atualmente, o Hospital Cajuru é responsável por atender grande parte dos casos graves de urgência e emergência que ocorrem na região. De acordo com o diretor de Políticas de Urgência e Emergência da Secretaria Estadual da Saúde, Vinícius Filipak, a construção de mais um heliponto na capital permite que se distribua melhor o encaminhamento dos pacientes atendidos pelo resgate aéreo. “Nesse tipo de caso, cada minuto pode ser decisivo para se salvar uma vida. O Cajuru já tem estrutura e equipes altamente especializadas e agora com o heliponto terá condições de atender ainda melhor”, ressaltou Filipak, que também integra a equipe de resgate aéreo que atua no Estado.

EQUIPAMENTO – O tomógrafo digital garantido para o Hospital Cajuru nesta sexta-feira é um equipamento de última geração, com 64 canais e que realiza exames mais nítidos e precisos. A diretora-geral do Hospital Universitário Cajuru, Simonne Simioli, explica que a empresa responsável pelas manutenções indicou que o atual equipamento não tem mais peças de reposição e por isso está no limite de sua vida útil. “Precisávamos de um novo tomógrafo urgentemente. Caso houvesse algum problema, certamente teríamos que suspender a realização desse tipo de exame tão importante no atendimento ao trauma”, conta. _64A1225

_64A0959

O Grupo Marista promoveu um jantar para comemorar o Dia Nacional do Voluntário, (28), no restaurante Dom Antônio.  Para prestar homenagens àqueles que fazem a diferença na rotina dos hospitais, estavam presente (esq. para dir.) o Irmão Mueller, a coordenadora de voluntariado do grupo, Nilza Brenny, a gerente de humanização, Vanessa Ruthes, a diretora do Hospital Universitário Cajuru, Simonne Simioli e Guilherme Lorenzi, diretor da Santa Casa._64A0874

Voluntarios

Santa Casa e Hospital Universitário Cajuru contam com 230 agentes transformadores

Contadores de histórias, músicos, doutores da graça, galerinha do bem, terapeutas do amor e até cãezinhos integram o grupo de voluntários da área de saúde do Grupo Marista. Atuantes nos hospitais Santa Casa e Cajuru, os 230 voluntários ajudam na recuperação dos enfermos por meio de palavras, gestos e ações que aperfeiçoam o tratamento dos pacientes.

Com foco no atendimento humanizado, os voluntários fazem a diferença na rotina dos hospitais. É o caso do dentista aposentado, Gilmar Dietrich, que depois de realizar trabalhos voluntários na Santa Casa, cumprindo uma pena por cometer uma infração no trânsito, não quis mais abandonar o voluntariado. Desde o início do ano Dietrich ajuda no transporte dos pacientes internados sempre com um sorriso no rosto.

Para a coordenadora do voluntariado do Grupo Marista, Nilza Brenny, o voluntário acaba sendo um agente transformador, “são pessoas que estão nos hospitais para fazerem o bem a alguém, independente de classe social ou fragilidade, é uma doação total”.

Cães voluntários

O projeto Amigo Bicho também integra o grupo de voluntariado do Grupo Marista. Idealizado pela médica veterinária Leticia Séra Castanho, o projeto atualmente reúne voluntários – bicho e gente – para visitar pacientes em hospitais e associações. Desde 2005 a iniciativa, por meio da Terapia Assistida por Animais, auxilia na redução do estresse e da ansiedade, permite a liberação da dopamina – importante neurotransmissor – que entre outros benefícios dá sensação de prazer e motivação, proporcionando verdadeiros momentos de felicidade por onde passam.

 

Entre os dias 4 e 6 de Agosto, a Área de Saúde do Grupo Marista realizará o  V Congresso de Humanização. Abordando o tema “Clínica Ampliada: a construção de uma assistência multiprofissional em saúde”, o evento, que será realizado na PUCPR,objetiva refletir acerca das realidades e possibilidades da assistência multiprofissional em saúde, além promover espaços de formação e discussão acadêmica e propiciar a troca de experiências.

De acordo com a Gerente de Humanização da Área de Saúde do Grupo Marista, Vanessa Ruthes, “a humanização deve ser pensada de forma mais profunda e efetiva, como a globalidade de todos os processos que tem como finalidade tornar digna a assistência a saúde”. A gerente afirma ainda que estes processos devem se fundamentar não em simples ações, mas em uma nova relação entre os profissionais de saúde e os usuários, bem como uma nova forma de gestão em saúde.

Para debater sobre clínica ampliada, suas contribuições para um atendimento fundamentado nos princípios da humanização, os desafios de efetividade na prática cotidiana e as possibilidades futuras, estarão presentes a Prof. Dra. Maria Goretti, da Academia Nacional de Cuidados Paliativos – ANCP, o Prof. Dr. José Roberto Goldim, da UFRGS, a Prof. Dra. Donia Baldacchino, da Universidade de Malta, o Prof. Dr. Gustavo Tenório Cunha, entre outros.

O evento é promovido pela Rede Marista de Solidariedade, pela UNIICA – Unidade Intermediária de Crise e Apoio à Vida e pelos hospitais Marcelino Champagnat, Santa Casa, Universitário Cajuru e Maternidade Alto Maracanã. As inscrições e a programação completa estão disponíveis no site www.congressodehumanizacao.pucpr.br.

domO Grupo Marista apresenta fraternas condolências à Arquidiocese de Curitiba ante a notícia da morte do arcebispo de Curitiba Dom Moacyr José Vitti. Além de figura representativa na Igreja Católica, o religioso era, desde 2004, grão-chanceler da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), pertencente ao Grupo Marista.

O superior provincial da Província Marista Brasil Centro-Sul, Ir. Joaquim Sperandio lembra que Dom Moacyr José Vitti, advindo da vida consagrada, era uma pessoa muito acolhedora, de cultura ampla e significativa, sempre presente e apoiador da Missão Marista.

“Dom Moacyr José Vitti era uma pessoa afável e bondosa. Sempre muito presente e ouvinte. Um verdadeiro manso de espírito. Como sacerdote Estigmatino, ele tinha um apreço especial pela vida religiosa consagrada. Ao longo do tempo, demonstrou apoio às unidades da Missão Marista, como os Colégios e Centros Sociais, especialmente da PUCPR. Era interessado e se alegrava com as vitórias nestes campos de missão”.

Consternado, o Grupo Marista sente muito o seu passamento e se recolhe em oração rogando a Deus para que Dom Moacyr José Vitti seja recompensado na eternidade pela compaixão com que conduziu suas ações durante sua vida consagrada e ministério a serviço a Arquidiocese de Curitiba.

Nascido em Piracicaba, em 30 de novembro de 1940, Dom Moacyr José Vitti ordenou-se sacerdote em 16 de dezembro de 1967. Em 9 de maio de 2004, foi nomeado arcebispo metropolitano de Curitiba pelo Papa João Paulo II.

 Ir. Joaquim Sperandio

Superior Provincial da PMBCS

Ir. Délcio Balestrin

Presidente do Grupo Marista

2014-030DSC_9623

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná (CRECI-PR) fez a doação de cinco computadores para o Serviço de Ortopedia do Hospital Universitário Cajuru. Saiba mais

lacres 4

O Hospital Universitário Cajuru, por idealização do Grupo de Voluntariado, deu início a campanha de arrecadação de lacres de alumínio. A campanha “Lacres X Cadeiras de Rodas” tem o objetivo de arrecadar lacres de latinhas para serem trocados por novas cadeiras de rodas para o Hospital. Saiba mais

vol huc

O Hospital Universitário Cajuru comemorou os resultados dos trabalhos da equipe de voluntariado em uma grande festa de homenagem os 230 voluntários que integram o serviço voluntário do Grupo Marista. Saiba mais

Ircad

A equipe formada pelos neurocirurgiões Carlos A. Mattozo e Milton Rastelli Jr. e pelos otorrinolaringologistas Carlos Maeda e Yasser Jebahi participou do primeiro curso avançado em Acesso Endoscópico à Base de Crânio, que aconteceu de 02 a 04 de dezembro em Barretos – São Paulo. Saiba mais

DSC_0238

Nos dias 1 e 2 de novembro, o Hospital Universitário Cajuru (HUC) realizou o 8º Curso de Artroplastia de Quadril, no hotel Slavieiro, em Curitiba. O Curso já tradicional pertencente ao calendário paranaense das atividades da Sociedade Brasileira de Quadril – Regional Paraná. Este ano o evento foi dedicado aos estudos de infecção em artroplastia e contou com a presença de cerca de 50 pessoas. Saiba mais

Nossos serviços
Veja mais serviços
    dpvat

    HUC lança campanha de conscientização sobre o Seguro DPVAT

    Para esclarecer a população sobre o seguro DPVAT o Hospital Cajuru inicia a campanha “Saiba mais sobre o seguro DPVAT, evite golpes”.

    O DPVAT é um seguro pago junto com o IPVA para indenizar vítimas de acidentes de trânsito, sejam elas motoristas passageiros ou pedestres, inclusive estrangeiros. Não é necessário contratar terceiros para dar entrada no pedido de indenização, este é um procedimento gratuito e a vitima tem o direito de receber a indenização no valor integral. Veja mais serviços